Sem receber os salários de janeiro e fevereiro, os médicos que trabalham no Hospital Dom Antonio Monteiro, na cidade de Senhor do Bonfim, decidiram entrar em greve.

Além do atraso salarial, segundo o Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed), os profissionais enfrentam precárias condições de trabalho.

O Instituto Caminhada, que administra a unidade, alega irregularidade dos repasses da prefeitura para justificar o não pagamento dos salários.

Os médicos também reclamam do não pagamento referente ao mês de novembro, quando a unidade ainda era administrada pelo município.

Em nota, o Sindimed relata que faltam no hospital materiais básicos como antibióticos e um carrinho de anestesista estaria sem funcionar.

Por: Redação BNews