O líder norte-coreano Kim Jong-un convidou o presidente Donald Trump para ir a Pyongyang durante a histórica cúpula de Singapura e também concordou em visitar os Estados Unidos, afirmou a agência de notícias estatal norte-coreana KCNA, nesta terça-feira (12).

“Kim Jong-un convidou Trump para visitar Pyongyang em um momento conveniente, e Trump convidou Kim Jong-un para visitar os EUA. Os dois principais líderes aceitaram o convite um do outro, convencidos de que isso serviria como mais uma ocasião importante para melhorar as relações entre a Coreia do Norte e os EUA”, declarou a KCNA, segundo o G1.

A KCNA informou ainda que livrar a península coreana de armas nucleares depende de Washington e Pyongyang suspenderem ações nas quais se antagoniza.