Eu senti as mãos calejadas de minha mãe a me dar carinho… Vi seu sorriso ao ver todos os seus ao seu redor, com aquela expressão facial de satisfação e alegria.

Vi mulheres com olhares doces e penetrantes, esbanjarem amor da forma mais intensa que pode existir, com força suficiente para encarar leões sem medo, equilíbrio de sobra pra distribuir a toda humanidade, humanidade imensa para doar a um mundo que machuca os seus…

Meus olhos puderam ver a sensibilidade e delicadeza vencendo sentimentos ruins, um caldeirão de possibilidades e individualidades únicas, ímpares e encantadoras.

Vi a força das rochas, a pureza das águas, o fogo dos vulcões, os ventos a distribuir lições…

Vi mães, mulheres, irmãs, amantes, guerreiras.

Como que num lindo jardim multicor, cada uma com sua beleza impar, a encher de vida tudo que há ao seu redor!

Por que todo dia é dia Internacional da Mulher!