Um grupo de homens armados explodiu uma unidade da empresa de segurança de valores Prosegur, no centro da cidade de Eunápolis, extremo sul da Bahia, na madrugada desta terça-feira (6), de acordo com a Polícia Civil. Na ação dos criminosos, um vigilante da empresa morreu.

Outros 6 funcionários da empresa, 3 deles assistentes e 3 vigilantes, ficaram feridos ao serem atingidos por escombros da explosão.

O crime ocorreu por volta das 0h20, na Rua Doutor Gravatá. Foram cerca de 40 minutos de tiros e explosões, que assustaram os moradores da cidade.

O G1 tentou falar com a assessoria de imprensa da Prosegur às 8h18, mas não conseguiu contato.

Em uma imagem feita por uma câmera de celular, é possível ver alguns dos criminosos que estavam em um carro, além do barulho de tiros.

O grupo também ateou fogo em frente ao quartel de uma unidade da Companhia Independente de Policiamento Especializado Mata Atlântica (CIPE-MA), o que impediu a saída dos policiais. Ninguém ficou ferido pelo incêndio.

Após a explosão, a entrada da empresa de valores ficou destruída. Lojas vizinhas também tiveram as vitrines quebradas com a explosão. Os criminosos ainda usaram carretas para bloquear trechos da BR-101, que liga Eunápolis a Itabuna.

Não há informações sobre os valores levados pelos criminosos. A autoria do crime deve ser investigada pela Polícia Civil.

Por TV Santa Cruz com foto de Taísa Moura/ TV Santa Cruz